Quarta-feira, 11 de Março de 2009

Aveiro - Capital do Bedum

Para quem entra em Aveiro pelo norte, acesso via A25, a primeira imagem é bastante olfactiva, pelas piores razões.

 

Aveiro sempre teve a conotação de ter mau cheiro derivado da Ria de Aveiro (por vezes imerecidamente), mas esse rótulo de cidade fedorenta é agora bem merecido. O primeiro impacto é da célebre fábrica de Cacia, mas rapidamente este cheiro é abafado por outro bem mais pestilento vindo da enorme lixeira que existe na proximidade do mastodôntico arco-íris que é o estádio municipal.

 

Aquela lixeira é um atentado ambiental da pior espécie, que não deveria existir numa cidade civilizada, em que os habitantes tivessem um pingo de vergonha na cara. Vivem os aveirenses bem com aquele postal turístico, como primeiro vislumbre da sua cidade? Alguém se indigna? É para continuar a existir? Não existe um problema de saúde pública com tantas aves a rondar a lixeira, a alimentarem-se e a transportar lixo para todo o lado?

 

por joca às 01:18
link | comentar | adicionar
|

Todas as máximas já foram escritas. Resta apenas pô-las em prática - Blaise Pascal ...

pesquisar

 

Novembro 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
11
12
13

14
15
17
20

21
22
24
26
27

28
30


posts

Dos Cavacos, dos Belmiros...

O mundo mais justo do neo...

A face do péssimo jornali...

Das escutas...

Paulo Portas - popularuch...

Quem manda?

Da confusão entre caridad...

Mais papista que o Papá -...

... e se for uma muçulman...

SNS - Sustentabilidade fi...

arquivo

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Março 2009

tags

todas as tags

blogs SAPO

subscrever feeds