Quinta-feira, 24 de Junho de 2010

Das SCUT´s - utilizador-pagador

Das duas um... ou se acabam com todas as portagens em Portugal (todas, mesmo todas!) ou se introduzem portagens em todas as (verdadeiras) auto-estradas.

 

Se é para existirem portagens sou favorável ao conceito do utilizador-pagador.

Com a actual situação temos várias injustiças. Por exemplo, um qualquer comerciante da Andaluzia pode chegar a Lagos sem gastar um único cêntimo em portagens e depositar os seus produtos, enquanto um qualquer comerciante português terá de pagar vários quilómetros de auto-estrada portajada para o mesmo fim. É impossível competir neste quadro...

 

Também não entendo o porquê de existirem auto-estradas com portagens em certos troços (por exemplo: a A17 a sul de Mira) e sem portagens em outros troços (a A17 a norte de Mira). E que aparentemente será erro que continuará a persistir; a proposta do Governo tem auto-estradas com portagens em troço sim, troço não... Impensável!!!!

 

Mas entendo que existem auto-estradas que se pretendem portajar que não oferecem condições de circulação dignas de auto-estradas, nomeadamente a A29 após Esmoriz até Valadares. Estes troços não são auto-estradas, não apresentam níveis de segurança para os condutores tanto que o limite de velocidade está fixado nos 100 km/h.

 

Quanto à forma de pagamento... ninguém é obrigado a utilizar a rede nacional de auto-estradas, portanto ninguém é obrigado a introduzir o chip. É uma opção individual.

 

A situação que criará maiores entraves será o pagamento destas portagens por veículos de matrícula estrangeira. Não será nada prático adquirir o chip na entrada do território para depois o entregar à saída.

por joca às 12:00
link | comentar | adicionar
|
1 comentário:
De cintia a 2 de Julho de 2010 às 19:09
boas, desde mais agradeço o ponto que tocou no seu blog, penso que era necessário haver mais mobilização de todos os meios de informação acerca deste assunto.
Eu concordo com tudo o que disse, e acho que com a crise que vivemos não iremos suportar ainda mais essas despesas tanto pessoas singulares como pessoas colectivas, penso que por haver má gestão financeira por parte do governo nós como cidadãos de Portugal não devemos pagar o que estado fez mal e investiu mal o nosso dinheiro.
Porque afinal para que serve o dinheiro do imposto de circulação não era para ajudar na manutenção das estradas de Portugal ?
Vamos ver até onde isto vai, e como moradora do centro de Portugal e que o pagamento das SCUT vai-me trazer enormes custos, espero que isto se mobilize no melhor sentido para todos.
Cumprimentos.
Já agora dou-lhe os parabéns pelo seu blog, e sempre que me aparecer assuntos interessantes que tenha gosto em comentar assim o farei.


Comentar

Todas as máximas já foram escritas. Resta apenas pô-las em prática - Blaise Pascal ...

pesquisar

 

Novembro 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
11
12
13

14
15
17
20

21
22
24
26
27

28
30


posts

Dos Cavacos, dos Belmiros...

O mundo mais justo do neo...

A face do péssimo jornali...

Das escutas...

Paulo Portas - popularuch...

Quem manda?

Da confusão entre caridad...

Mais papista que o Papá -...

... e se for uma muçulman...

SNS - Sustentabilidade fi...

arquivo

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Março 2009

tags

todas as tags

blogs SAPO

subscrever feeds