Quarta-feira, 5 de Agosto de 2009

Falar verdade - a grande fraude

Com as escolhas das listas para as eleições autárquicas do PSD (exclusivas da sua líder????) ficamos finalmente a saber qual a essência do "Falar verdade" - mentir aos portugueses.

 

Os episódios são mais que muitos, nenhuma distrital sem casos e em que as imposições sejam aceites pelos lideres locais.

 

Primeiro a transparência do dia anterior foi imediatamente posta na gaveta, como mostram os casos na distrital de Lisboa. É preciso muita lata para fazer um discurso e no dia seguinte apresentar aquele senhor e aquela senhora como possíveis futuros deputados.

 

Depois os casos das outras distritais, onde os pára-quedistas são mais que muitos.

Deve ser a paixão do Pacheco Pereira pelas touradas que o coloca como cabeça de lista em Santarém. Pacheco Pereira, o toureiro?

Em Aveiro foi o grande apetite do Couto dos Santos pelos ovos moles que garantiu o lugar?

Em Vila Real, em Faro, em Castelo Branco (um açoreano?), em Setúbal, é infindável a lista...

 

Se esta senhora, dita líder, nem no seu próprio partido se consegue afirmar e congregar vontades, irá alguma vez conseguir liderar um país?

 

Para cópias do Sócrates ainda assim prefiro o original, pelo menos já sabemos com que contar.

Mulheres-homens não obrigado, mulheres na política sim, mas para uma postura diferente da que os políticos actuais fazem e que nos trouxeram à situação em que estamos.

por joca às 13:20
link | comentar | adicionar
Segunda-feira, 3 de Agosto de 2009

Zeca Afonso e Aveiro - esquecido pela cidade que o viu nascer

Faria ontem (2 de Agosto de 2009) 80 anos se não nos tivesse abandonado em 1987.

 

Mas se um pouco por todo o país Zeca Afonso foi alvo de memória, a cidade que o viu nascer não se dignou a prestar-lhe a justa homenagem.

 

Zeca Afonso foi uma personagem marcante do seu tempo e uma figura maior na luta contra a ditadura. Podia não ser o maior dos músicos nem a melhor voz nacional, mas tudo junto era de uma singularidade excepcional que nos fazia estremecer. Figura ímpar, um dos maiores portugueses do século XX.

 

E Aveiro com vergonha que tenha nascido nas suas terras...

Muito para além da sua intervenção política Zeca Afonso foi marcante, mas Aveiro, a Câmara Municipal de Aveiro em particular (e a sua direita retrógrada aparentemente saudosista dos tempos da ditadura), presa ao estigma de homenagear uma das personagens mais mediáticas da esquerda portuguesa nada faz para se associar a esta data.

Pergunto-me quantos aveirenses não fazem a mínima ideia da ligação de Zeca Afonso a Aveiro?!...

 

Dá para fazer o paralelismo com Salzburgo, que por estes dias vive à sombra de Mozart e é essencialmente devido a Mozart que estas nos mapas (culturais), mas no seu tempo...

 

Nunca Aveiro será uma verdadeira cidade enquanto persistir no seu menosprezo pela cultura e fechada sobre o seu umbigo, liderada por seres sem visão, mas com dores de cotovelo do tamanho do mundo.

por joca às 10:37
link | comentar | comentários (2) | adicionar

Todas as máximas já foram escritas. Resta apenas pô-las em prática - Blaise Pascal ...

pesquisar

 

Novembro 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
11
12
13

14
15
17
20

21
22
24
26
27

28
30


posts

Dos Cavacos, dos Belmiros...

O mundo mais justo do neo...

A face do péssimo jornali...

Das escutas...

Paulo Portas - popularuch...

Quem manda?

Da confusão entre caridad...

Mais papista que o Papá -...

... e se for uma muçulman...

SNS - Sustentabilidade fi...

arquivo

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Março 2009

tags

todas as tags

blogs SAPO

subscrever feeds